Franco da Rocha tem aumento no consumo de oxigênio medicinal


Foto: reprodução / Prefeitura de Franco da Rocha

A Prefeitura de Franco da Rocha informou para a redação do Expresso Urbano que no mês de março houve um aumento de 170% no consumo de oxigênio medicinal na cidade, comparado aos meses anteriores.

Atualmente, o abastecimento é feito por meio de cilindros, que chegam abastecidos pelo mesmo caminhão que leva os cilindros vazios para o reabastecimento.

De acordo com a Prefeitura, até o momento não houve intercorrências neste fluxo, no entanto, o risco é iminente devido à alta demanda tanto por cilindros quanto por oxigênio em todo o estado. Além de não haver possibilidade de expandir a cota que o município recebeu, caso seja necessário.

Para suprir essa grande demanda, o município irá implantar uma usina de oxigênio que atenderá a UPA 24h e o Hospital de Campanha. A usina é um compressor que retira o ar da atmosfera, o processa e purifica para liberar oxigênio puro na rede da unidade de saúde.

Ainda não há data de confirmação do prazo da instalação da usina na cidade.

4 Comentários

  1. […] Conforme as informações divulgadas, até o momento o município não enfrenta dificuldades no abastecimento de oxigênio e de qualquer outro insumo. No dia 25 de março, a Prefeitura de Franco da Rocha esclareceu para a Redação do Expresso Urbano a situação do consumo de oxigênio medicinal na cidade. […]

  2. […] na cidade, que teve um aumento de 170% comparado aos meses anteriores. Para suprir essa demanda, Franco da Rocha criará uma usina de oxigênio que atenderá a UPA 24h e o Hospital de […]

  3. […] atender pacientes em situações graves causadas pela COVID-19. A Prefeitura também divulgou que criará uma usina de oxigênio que atenderá a UPA 24h e o Hospital de […]

  4. […] março, a Prefeitura havia informado a redação do Expresso Urbano sobre o aumento de 170% no consumo de oxigênio medicinal na cidade, comparado aos meses anteriores. Diante disso, para suprir essa grande demanda, o município […]

Escreva seu comentário no campo abaixo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *