Boletins COVID-19: confira a situação dos municípios do CIMBAJU


Foto: Rovena Tosa / Agência Brasil

No mês de março, o Brasil bateu o recorde de mortes por conta do Novo Coronavírus: em 24 horas 3950 pessoas perderam a vida. Com isso, março se tornou o mês mais letal desde o início da pandemia, com 66.868 óbitos, superando julho de 2020, quando foram contabilizadas 32.912 mortes, menos da metade do registrado no último mês.

Os municípios que compõem o consórcio do CIMBAJU (Consórcio Intermunicipal dos Municípios da Bacia do Juqueri) também estão sendo duramente afetados pela pandemia, um grande número de pessoas aguardam liberação de leitos em UTI e muitas já morreram esperando. Saiba como está a situação das cidades na região.

 

Caieiras

De acordo com a última atualização disponível do boletim de COVID-19 de Caieiras, do dia 1º de abril, a taxa de ocupação de leitos da enfermaria adulto estava com 83,5% e a enfermaria pediátrica tinha atingido 28,6%. A taxa de ocupação dos leitos de UTI adulto chegou a 92%, enquanto a UTI pediátrica não tinha ocupação. Nos leitos regionais, a taxa de ocupação era de 92,0%.

Segundo o site oficial com os dados em relação ao novo Coronavírus: https://caieiras.sp.gov.br/coronavirus/, com a última atualização feita no dia 01 de abril, Caieiras tinha 16.544 casos notificados, 10.728 casos descartados, 5.173 casos confirmados. Destes, 157 óbitos são confirmados e 4.074 casos curados. 615 pessoas aguardam o resultado.

 

Cajamar

Nas estatísticas divulgadas pela Prefeitura de Cajamar, a última atualização feita no dia 01 de abril, o município tinha realizado 18.354 exames rápidos, 156 pessoas estavam confirmadas para o Novo Coronavírus e isoladas em quarentena, 2.873 casos foram confirmados, 110 óbitos e 2.394 casos curados.

Em relação à ocupação de leitos, o Hospital de Campanha atende 12 pacientes confirmados positivos e oito suspeitos. Na UTI do Hospital Municipal, estão internados cinco pacientes positivos e sete com suspeita. A retaguarda da UPA está com nove pacientes positivos.

No dia 27 de março, Cajamar anunciou a reabertura do Centro Médico de Combate ao Coronavírus, que possui no total 22 leitos com infraestrutura de oxigênio e conexão direta com o Hospital Municipal, que conta com outros 40 leitos de enfermaria e 14 leitos de UTI (Unidade de terapia intensiva), além de inaugurar mais quatro novos leitos de UTI para tratar pacientes com COVID-19, totalizando 18 leitos de terapia intensiva.

Os munícipes podem conferir as atualizações do boletim de COVID-19 no site: https://coronavirus.cajamar.sp.gov.br/#monitoramento.

 

Francisco Morato:

Em Francisco Morato, a última atualização disponível do boletim de COVID-19, do dia 03 de abril, informa que no município são 671 casos em investigação, 8.514 casos confirmados, 9.513 casos descartados e 237 óbitos confirmados.

A enfermaria regional possui 248 leitos e 217 pacientes internados, com isso, a taxa da ocupação de leitos chega a 87,5%.

O Hospital de Campanha da Santa Casa conta com 35 leitos e 31 pacientes internados, atingindo 88,5% da ocupação. No Hospital Lacaz (UTI), são 20 leitos e 20 pacientes internados, por conta disso, o local está 100% dos leitos ocupados.

Na UTI regional (leitos SUS/ Municipal e Estadual): no âmbito municipal, são 34 leitos,  dos quais 28 estão ocupados, com taxa de ocupação que chega a 82,4%. A rede estadual conta com 30 leitos, 29 estão ocupados, e taxa de ocupação de 96,7%. O setor privado possui 28 leitos e todos estão ocupados.

No momento, 10 pessoas aguardam a liberação de leitos de UTI pela CROSS.

No dia 18 de março, a Prefeitura de Francisco Morato declarou estado de calamidade pública em razão das complicações causada na cidade pela pandemia do novo Coronavírus.

Os dados dos boletins podem ser conferidos nas redes sociais da Prefeitura e no site: http://coronavirus.franciscomorato.sp.gov.br.

 

Franco da Rocha

Conforme a última atualização disponível do boletim de COVID-19 de Franco da Rocha, do dia 02 de abril, o Hospital de Campanha está operando com 79% de taxa de ocupação, com 38 pacientes internados. Cinco pessoas aguardam transferência para um leito de UTI via CROSS. A taxa de ocupação dos leitos regionais de UTI é de 90,2%. Até agora, 50 pacientes que estavam internados no Hospital de Campanha morreram aguardando por leitos de UTI pelo CROSS.

Segundo o site oficial com os dados do dia 31 de março em relação ao novo Coronavírus: https://coronavirusfranco.com.br/, a cidade tinha o total 22.358 notificações, 13.419 casos descartados, 7.218 casos confirmados, 62 pacientes internados, 27 óbitos em investigação, 218 óbitos confirmados e 6.757 curados.

Nesse mesmo dia, Franco da Rocha anunciou a ampliação do Hospital de Campanha, que ganhou mais 240 metros quadrados, possibilitando a acomodação de mais 20 novos leitos. Com isso, o local conta com 58 leitos para atendimento de casos de baixa e média complexidade e 10 leitos semi-intensivos, que possui equipe técnica especializada e atende pacientes com quadros mais graves da doença, enquanto aguardam transferência para uma UTI (Unidade de terapia intensiva) por meio do sistema via CROSS (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde)

No momento o município informa não enfrentar dificuldade com o abastecimento de oxigênio e de qualquer outro insumo. Em 1º de abril, A Prefeitura de Franco da Rocha recebeu novos respiradores para a UPA24h (Unidade Pronto Atendimento), que serão utilizados nos leitos semi-intensivos, que foram montados para atender pacientes em situações graves causadas pela COVID-19. A Prefeitura também divulgou que criará uma usina de oxigênio que atenderá a UPA 24h e o Hospital de Campanha.

Os francorrochenses podem conferir o boletim da COVID-19 no site oficial e nas redes sociais da Prefeitura, além do site: https://coronavirusfranco.com.br.

Vale destacar que no dia 21 de março, Franco da Rocha decretou estado de calamidade pública por conta da situação crítica que o município está passando em decorrência da pandemia da COVID-19.

 

Mairiporã

O boletim de COVID-19 da cidade de Mairiporã, atualizado no dia 1º, informa que a taxa de ocupação tanto de UTI quanto de enfermaria está em 100%. Ao total, 4.976 casos foram confirmados, 8.938 descartados e estão em investigação 2.417. 137 pessoas morreram e 4.450 foram curadas.

Referente ao sexo e faixa etária da população, a Prefeitura divulgou que foram infectados pela COVID-19: 2.650 mulheres e 2.326 homens. Na faixa etária entre 20 a 49 anos se encontram os mais infectados, tanto homens quanto mulheres.

Os boletins podem ser conferidos no site oficial da Prefeitura de Mairiporã: http://www.mairipora.sp.gov.br/.

Comentários

Escreva seu comentário no campo abaixo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *