Lagoinha troca Secretária de Saúde pela terceira vez em menos de um ano

Durou pouco mais de cinco meses a gestão de Carolina Vitti Domingues à frente da Secretaria de Saúde de Caieiras.

Ligada ao PT e a outros partidos de esquerda, a socióloga foi exonerada de suas funções há cerca de uma semana e meia.

Carolina é a segunda secretária a ser substituída em menos de um ano de gestão Lagoinha, em Caieiras.

Antes dela, Grazielle Bertolini ocupou o cargo nos primeiros seis meses de governo Lagoinha. Sua saída, à época, segundo comunicado publicado por ela mesma em suas redes sociais, se deu por motivos pessoais.

Já a exoneração de Carolina, de acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Caieiras, aconteceu por “decisão do governo municipal”.

A Prefeitura informou ainda que, agora, a Pasta é gerenciada por uma equipe nomeada pela Portaria n.º 24.435/2021.

Uma estratégia, no mínimo, inusitada, que pode indicar uma manobra para “blindar” apenas uma pessoa de ser alvo das críticas tão comuns à Saúde, já que, nas outras duas vezes, a titular da Secretaria foi substituída.

Extraoficialmente, a equipe do Expresso Urbano recebeu a informação de que quem, efetivamente, dá as cartas na Secretaria após a saída de Carolina é a Secretária de Administração, Valéria Araújo.

Quem faz parte da comissão gestora da Saúde?

Entre os nomes que constam no documento, estão alguns notadamente da área da saúde, enquanto outros, não há relação aparente com o setor. O subprefeito de Laranjeiras, Luiz Lindemberg de Aragão, Julio de Souza Rodrigues Filho e Roberta Vieira Branco fazem parte da comissão.

Os dois últimos tiveram seus nomes citados por funcionários que procuraram a Redação para denunciar supostas irregularidades na gestão da saúde.

Até o momento da publicação desta reportagem, o nome e a fotografia de Carolina Vitti Domingues permanecem como Secretária de Saúde no site oficial da Prefeitura de Caieiras.