Crise hídrica faz energia ficar mais cara ainda


Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Onde o preço da energia elétrica vai parar?

Está em vigor desde ontem (1º) uma nova bandeira tarifária sobre a conta de luz. Batizada pelo Governo Federal de “Escassez Hídrica”, a nova bandeira é 50% mais cara do que a bandeira vermelha patamar 2. Por ela, a cada 100kWh consumidos, serão cobrados R$ 14,20 a mais na conta.

A medida vale até abril de 2022, quando se espera que o volume de chuvas recupere a secura nos reservatórios.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, a nova bandeira tarifária vai causar um aumento médio nas contas de energia elétrica de 6,58%.

Incentivo à redução no consumo de energia

Ao mesmo tempo em que anunciou a nova bandeira, o Governo também divulgou um programa que quer incentivar os consumidores residenciais a reduzirem seu consumo de energia elétrica entre os meses de setembro e dezembro de 2021.

O desconto será de R$ 0,50 por kWh, caso o consumidor consiga economizar entre 10% e 20% em relação ao mesmo período do ano passado.

Entretanto, o crédito só será descontado na conta de energia de janeiro de 2022 o que, no fim das contas, só vai ser uma espécie de “devolução” que o Governo fará aos contribuintes, já que o custo da energia já subiu três vezes mais do que a inflação nos últimos 12 meses.

 

Com informações do UOL e do G1.

Comentários

Escreva seu comentário no campo abaixo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *