Taxa básica de juros sobe pela primeira vez após quase seis anos


Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Comitê de Política Monetária subiu ontem (17), após quase seis anos, a taxa básica de juros (Selic) para 2,75%. O aumento foi de 0,75 ponto percentual.

O que isso significa?

A taxa Selic é o índice que baseia as taxas de juros cobradas, por exemplo, em financiamentos, empréstimos e investimentos, inclusive aqueles feitos pelo Governo, e é um instrumento para o controle da inflação. Quando a Selic aumenta, o objetivo é diminuir o ritmo de consumo, porque financiar fica mais caro,  assim como as taxas de acesso a crédito.

Aumentar a taxa Selic também é uma tentativa de fazer com que os preços caiam ou, ao menos, se mantenham estáveis. Já quando o COPOM a reduz, vale o inverso: o intuito é promover o reaquecimento da economia, incentivando o consumo.

A alta na taxa de juros influencia também a geração de empregos, de forma negativa. Como o acesso ao crédito fica mais difícil, o consumo cai e dificulta o investimento por parte das empresas. Por tabela, comércio e indústria não têm mais dificuldades de vender e produzir, aumentam o estoque e não conseguem contratar.

Vale lembrar que, de acordo com os últimos dados do IBGE, referentes ao ano passado, o Brasil bateu recorde de desempregados: com mais de 13,4 milhões de pessoas sem trabalho.

 

Comentários

Escreva seu comentário no campo abaixo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *