Tarifa de ônibus sobe em três cidades da região

Como já é de costume, a tarifa do transporte público sofreu reajuste nesse início de ano.

A partir de hoje, 1.º de janeiro, o contribuinte terá que desembolsar mais para utilizar os ônibus municipais de Caieiras e Franco da Rocha. Em Francisco Morato, a nova tarifa entra em vigor na segunda-feira, dia 3.

Nas duas primeiras, o valor da tarifa subiu de R$ 4,80 para R$ 5, o que coloca Caieiras como o município com a tarifa mais cara da região, tendo em vista as dimensões da cidade e o número de habitantes. Já em Morato, a tarifa subiu para R$ 4,90.

Em Cajamar, o preço da passagem de ônibus foi congelada pelo terceiro ano consecutivo.

Como as Prefeituras justificam o aumento?

Em comunicado nas redes sociais, a Prefeitura de Caieiras disse que solicitou um estudo técnico para a comissão tarifária, composta por representantes do Executivo, do Legislativo e da Viação Caieiras. Tal estudo levou em conta o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que no ano, acumulou alta de quase 11%, resultando numa tarifa de R$ 5,31, o que não foi aceito pela administração.

Então, foi adotado um índice de 4,17% de aumento, chegando aos atuais R$ 5. Vale lembrar que a passagem não sofreu reajuste de 2020 para 2021 e que havia grande expectativa de alguma mudança em relação ao serviço de transporte público já em 2021, mas, até o momento, foram realizadas apenas audiências públicas nos bairros e a nova licitação acabou ficando para este ano.

A Prefeitura de Franco da Rocha, por meio de nota, seguiu a mesma linha de Caieiras. Explicou que a inflação acumulada resultaria numa tarifa superior a R$ 6, por conta do aumento no preço do diesel e outros custos envolvidos na operação do serviço, inclusive o salário dos motoristas, cobradores e outros colaboradores da empresa de ônibus.

A Prefeitura de Francisco Morato atribuiu o aumento na tarifa também à alta nos custos de operação do serviço de transporte, em especial o do combustível.

A Prefeitura de Mairiporã foi procurada, mas não se manifestou sobre se houve ou haverá reajuste na tarifa do transporte público neste ano. Vale lembrar também que o serviço passou por um grande imbróglio ao longo de 2021, com um a nova empresa responsável.