Sobre nós


Equipe

Alan Doratiotti

Alan Doratiotti

O pensamento criativo, a curiosidade e o fazer são parte da minha vida, tanto quanto a respiração. Esta é a minha essência e que eu tenho que compartilhar com o mundo.
Minha experiência profissional é de mais de 8 anos trabalhando em comunicações. Esses anos me prepararam para entender e gerenciar as necessidades dos clientes de uma maneira significativa e integrada.
Meus traços profissionais incluem: minhas mãos, mente e coração para pensar, se conectar e criar fortes relações entre pessoas e marcas. E a mistura de diferentes disciplinas para entregar comunicação totalmente integrada, bem como um megaton de inspiração, automotivação, colaboração e empreendedorismo.
Fernanda de Sá

Fernanda de Sá

Jornalista, advogada, escritora e especialista em comunicação política e mídias sociais. Apaixonada por livros desde criança, adora escrever e criar polêmica. Alguém que ama viajar, conhecer e partilhar histórias de vida. Luta pelo que é justo e por um mundo melhor e menos desigual para todos – humanos e animais.
Gustavo Molinari

Gustavo Molinari

Caieirense, apaixonado por carros, tricolor paulista de coração e casperiano de formação (publicidade e propaganda), atua há alguns anos em jornalismo automotivo, mídia online e comunicação.
Ingrid Klein

Ingrid Klein

Jornalista com experiência na gestão de mídias sociais, produção de reportagens impressas e digitais, planejamento e execução de eventos, além de conhecimento no segmento fotográfico.
Luiz Berti

Luiz Berti

Estudante de publicidade e propaganda, trabalha na área de criação publicitária, gestão de mídias sociais e planejamento e execução de eventos.
Renan Crema

Renan Crema

Jornalista que gosta de História e, principalmente, de ouvir e contar histórias. Um curioso que já quis ser médico, arquiteto, designer de games e músico e encontrou no jornalismo uma forma de unir todas as suas paixões. E, de quebra, ainda encontrou mais uma: a fotografia, porque não basta conquistar pelas palavras. Imagens ainda contam muito nesse mundo cada vez mais hiperconectado.

Muito prazer, somos o Expresso Urbano!

Em um mundo conectado, a velocidade com que temos acesso às informações faz diferença nas nossas vidas. Mas, saber o que acontece, de verdade, é um poder que todos nós deveríamos ter direito.

Infelizmente, em especial nas cidades menores, a imprensa tende a só repercutir as notícias que são de interesse dos políticos. Todo o resto, tudo aquilo que nos daria o verdadeiro poder, fica escondido nas entrelinhas.

Isso sem contar com as agora famosas fake news, aquela informação criada propositalmente para mudar o foco do que interessa.

Para mudar este cenário, para garantir o direito à informação honesta, surge o Expresso Urbano, um portal de notícias com temas variados que possibilitam a chegada da informação límpida e clara até você, leitor.

Saber além do que lemos nas redes sociais é a chave da nossa cidadania. Aqui, além de estar em contato com a verdade, o leitor também poderá fazer parte dela na medida em que opina, denuncia e interage com nossos profissionais.

O Expresso Urbano quer unir os cidadãos por meio da notícia, com um objetivo principal: a notícia do jeito que ela é, sem deturpações ou paixões. Com ética, respeito e transparência, surge um veículo de comunicação com gana de comunicar de verdade, ouvindo os dois lados da notícia, como o bom jornalismo deve ser.

Por que Expresso Urbano?

Você já parou para pensar que um meio de transporte também é um meio de comunicação e vice-versa?

Os trens foram fundamentais para a chegada de pessoas e o consequente desenvolvimento de toda a nossa região. No entorno das estações ferroviárias, começaram a surgir povoados que, mais tarde, tornaram-se distritos, bairros e, por fim, cidades.

Esse grande contingente de pessoas, com o avanço populacional contínuo e a consequente falta de oportunidades, principalmente de educação e trabalho que a cidade onde residiam não oferecia, viu na rede ferroviária uma forma de desbravar novos horizontes. Assim, passou a ser também um meio de comunicação entre os moradores. No balanço dos trens, nasceram conversas despretensiosas que, mesmo sem querer, promoveram a troca de informações, a base da comunicação entre pessoas.

A região mudou, desenvolveu-se, mas, ainda, milhares de cidadãos continuam utilizando os trens diariamente como forma de chegar ao trabalho e de se comunicar. É aproveitando este cenário que surge o Expresso Urbano. O nosso compromisso é com você!