Oitavas de finais da Liga dos Campeões encerradas


Foto: Reprodução/UCL.

As oitavas de final da Liga dos Campeões foram encerradas nesta quarta-feira (17), consolidando-se como a Liga mais forte do velho continente.

A Premier League crava três ingleses entre os oito melhores clubes da competição: Manchester City e Liverpool fizeram valer o peso de suas camisas e não tomaram conhecimento de Borussia Mönchengladbach e RB Leipzig, respectivamente. Um Leipzig frustrante após alcançar a semifinal na temporada anterior.

Com uma pequena dose de surpresa, o Chelsea passou sem grandes dificuldades pelo líder do Campeonato Espanhol, Atlético de Madrid, de Luisito Suárez e João Félix, que não conseguiram sequer um tento contra os Blues.

Atual campeão, o Bayern de Munique treinou contra a Lazio avançando com um 6 a 2 no placar agregado. Já em confronto equilibrado o Borussia Dortmund passou pelo Sevilla e o elenco deveria pagar todo o bicho para o fenômeno Halland, que guardou 2 na ida e 2 na volta.

Pelo futebol espanhol, o maior campeão da competição, o Real Madrid, garantiu presença nas quartas após ganhar as duas partidas diante da Atalanta, que já não tem mais a magia dos últimos tempos.

Porto e Juventus duelaram de forma equilibrada. O time português levou a melhor em partida de volta emocionante, decidida apenas na prorrogação. Já o PSG não teve dificuldades para despachar o Barcelona depois do show de Mbappé no jogo de ida, que deixou um hat-trick em pleno Camp Nou.

O fato mais simbólico desses dois últimos confrontos citados é a eliminação de Messi e Cristiano Ronaldo. A Liga não tem quartas de finais sem os dois craques desde 2005.

Que estamos no fim da era dos dois craques, sabemos, e ficou evidente na temporada passada, quando o matador do Bayern, Lewandowski, levou o prêmio de melhor jogador do mundo após o título da competição. Abre-se caminho para o adulto Ney beliscar o prêmio, mas de tempos para cá a concorrência aumentou consideravelmente, sendo protagonizada pelo seu companheiro de PSG, Mbappé e pela máquina de fazer gols Halland.

Comentários

Escreva seu comentário no campo abaixo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *