Copa América e a hipocrisia


Foto: Reprodução

A Copa América 2021, torneio entre seleções mais antigo do mundo, estava programada para ser realizada na Colômbia. Só de 2015 para cá seria a quarta edição da competição que, sem dúvida, gera belas receitas para as federações sul-americanas e para a Conmebol.

Em meio a violentos protestos políticos na Colômbia, o país decidiu abdicar de ser a sede do torneio que foi primeiramente transferido para a Argentina. Na noite de domingo (30), soubemos da desistência da Argentina em sediar o torneio. Esta, por sua vez, cancelou qualquer evento de futebol no país por conta da pandemia da Covid-19.

Ontem, a Conmebol anunciou o Brasil como nova sede da Copa América 2021, nada mais lógico e óbvio, afinal é o país com mais estrutura no continente, com estádios padrão Fifa e o futebol em franca atividade.

Como a bola já está rolando por aqui, me estranha toda essa gritaria nas redes sociais contra a realização do torneio em nosso território. Já comemoramos e nos decepcionamos com a Libertadores e Brasileiros de 2020 que acabaram esse ano.

No entanto, em relação à temporada 2021, vimos a realização dos campeonatos estaduais, primeiras fases da Copa do Brasil, Copa do Nordeste, primeira fase inteira da Libertadores da América e estreia do Brasileirão 2021 neste último final de semana.

Todas as competições com protocolos de sucesso e tudo bem para todos.

Agora que o Brasil aceitou a proposta da Conmebol, criou-se uma preocupação por vidas que não houve em todas as demais competições.

Só o Brasileirão tem 4 divisões sendo disputadas e, fora das séries A e B, a coisa é precária.

Agora uma competição onde as seleções ficarão concentradas, atletas e comissões testados, com todos os protocolos que já se mostraram eficazes sendo seguidos, não há motivos para todo esse alarde.

Lembrando que os jogadores de clubes saem dos jogos e treinos e vão para suas casas, os atletas da Copa América não, ficarão em suas respectivas concentrações e a Conmebol já ofereceu vacinas a atletas.

Se você é contra o futebol, ok.

Ser contra competições específicas, não.

Comentários

Escreva seu comentário no campo abaixo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *